O primeiro lugar que visitei em Bergen foi o Bryggen, que fica em frente ao porto, não tem como não encontrar o local, se você estiver em frente ao Market Fish, você vai avistar o Bryggen a sua direita.

Lá se vê as primeiras casas de Bergen, de arquitetura medieval, feitas de madeira no século XII.  Elas foram destruídas por um incêndio em 1702 e depois reconstruídas para ficarem como eram antes. Bryggen faz parte da lista de Patrimônio da Humanidade da UNESCO.

Outra paixão que tenho além de viajar é tirar fotos (como quase todo bom viajante). Quando viajo, tiro fotos não apenas dos pontos turísticos, como também de detalhes como portas, maçanetas ou lustres antigos, detalhes de esculturas e pinturas, flores e barcos.

E falando em flores, para quem gosta de tulipas vai adorar os jardins da Noruega em geral, pois a flor dominante é sempre a tulipa. E para quem gosta de barcos, pode se preparar para tirar muitas fotos. A foto abaixo foi tirada no porto de Bergen, em frente ao Bryggen.

Seguindo em frente, após passar o Bryggen, há a igreja estilo romanesco Mariakirken, que é a construção mais antiga de Bergen (século XII), funcionando como igreja no período entre 1408 a 1766. Para chegar lá, vire à direita na Dreggsallmenningen.

Voltando à rua do Bryggen, seguindo reto em direção ao Bradbenken estão a torre Rosenkrantz e o Hakonshallen. Este último foi construído entre 1247 e 1261 durante o reinado de Hakon Hakonsson. Foi a construção maior e mais imponente da residência real no século XIII, quando Bergen era o centro político da Noruega.

Ao lado do Hakonshallen fica a torre Rosenkrantz construída em 1560 pelo governador do Castelo de Bergen, Erik Rosenkrantz, com funções combinadas de residência e torre fortificada. Esta torre é considerada um dos mais importantes monumentos da renascença na Noruega.

Deixe aqui seu comentário

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.

Posts recentes